quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Saúde das unhas: unhas quebradiças

Olá! Quarta-feira, como vocês sabem, falamos sobre saúde. E o tema de hoje é (a pedidos) unhas fracas que quebram e descamam. Investiguei um pouco mais sobre as causas e o que se pode fazer para melhorar.
1. Como identificar se minhas unhas estão fracas?
As unhas são compostas por várias camadas de uma proteína chamada queratina e para quem sofre com unhas quebradiças, essas camadas tendem a se separar. Dentre os sintomas estão a descamação das unhas (elas lascam muito facilmente), a dificuldade no crescimento delas e a quebra
2. Quais são as causas?
São vários os fatores que podem estar por trás desse problema. Pode ser uma questão hereditária e estar ligado à doenças, como anemia e hipertireoidismo (é preciso investigar com um médico nesses casos).
Uma das causas é o ressecamentos das unhas. O excesso de exposição ao sol ou produtos químicos e o tempo seco faz com que a pele se resseque e, consequentemente, afete as unhas e as torne mais frágeis. Até mesmo detergentes e sabões podem prejudicar as unhas, então tome cuidado com os produtos que usa!
Outra causa comum é a alergia aos componentes de alguns esmaltes. Os elementos que mais costumam causar essa reação são formaldeído, tolueno e dibutilftalato. Olhe sempre nas embalagens para ver quais são os componentes do esmalte que está usando.
3. Como posso tratar?
Para evitar o ressecamento, utilize hidratantes diariamente. Dê preferência aos que contêm uréia e silicone na formulação, pois eles têm maior “poder hidratante”.
Quem tem contato diário com produtos químicos, use luvas sempre que possível. Procure utilizar sabonetes suaves e neutros.
A alergia pode ser evitada usando esmaltes livres dos componentes que as causam. A maioria dos esmaltes da Colorama já não os têm na formulação e algumas marcas desenvolveram linhas hipoalergências, procure usar!
Outra coisa importante é evitar usar removedores de esmalte que contenham acetona (é difícil, eu sei!). Também não lixe a parte de cima das unhas.
Além de tudo isso, cuide da sua alimentação! Sempre vemos essa recomendação em toda a parte, mas é um fato. Ao mudar seus hábitos, sua saúde tende a melhorar.
E claro, se você perceber outros sintomas além das unhas enfraquecidas, procure um médico. Ele poderá dizer o que está acontecendo com você e tratar de forma correta.
É isso gente! Espero que esse esquema ajude vocês de alguma forma.
Um beijo e até amanhã.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente, vou adorar receber sua participação! Se quiser, deixe o link do seu blog para que eu possa retribuir a visita. Obrigada :)